ODS 9 Indústria, Inovação e Infraestrutura

9 Indústria, Inovação e Infraestrutura
Construir infraestruturas resilientes, promover a industrialização inclusiva e sustentável e fomentar a inovação

PRÊMIO INOVA

O Prêmio Inova Sanepar (PIS) é um concurso interno lançado em 2016, que busca estimular a pesquisa sobre energia e saneamento entre os empregados, reconhecer a dedicação do corpo funcional na criação de boas práticas de saneamento, e promover soluções sustentáveis para conservação, racionalização e produção de energia - um dos principais insumos do setor.

Os vencedores da primeira edição apresentaram seus trabalhos no Workshop Nacional de Eficiência Energética no Saneamento, em janeiro de 2017, e suas propostas foram documentadas no livro Eficiência Energética no Saneamento, lançado em comemoração aos 54 anos da Sanepar.

ODS a que respondem: ODS 6, 7 e 9.

PRÊMIO CURUPIRA

O Prêmio Curupira é um concurso interno promovido pela Diretoria de Meio Ambiente e Ação Social – DMA e tem por objetivo selecionar, reconhecer e premiar as boas práticas realizadas pelos empregados da DMA em sua função e, assim, estimular o desenvolvimento da Área, aprimorar o seu relacionamento com a sociedade paranaense, bem como divulgar práticas inovadoras que beneficiem a comunidade e também o meio ambiente.

ODS a que respondem: ODS 3, 6 e 9.

PESQUISA, DESENVOLVIMENTO E INOVAÇÃO

A Sanepar investe constantemente em inovação, coordena mais de 100 iniciativas voltadas para soluções tecnológicas sustentáveis e inovadoras vinculadas aos temas água, esgoto, resíduos sólidos urbanos, energia e gestão. A companhia mantém o Centro de Tecnologias Sustentáveis e atua em parceria com centros de pesquisa e universidades do Brasil e do exterior. As iniciativas buscam aprimorar processos atuais, como os projetos de eficiência energética, e antecipar tendências, a exemplo do estudo sobre dessalinização da água do mar realizado em conjunto com pesquisadores da University of North Texas (Estados Unidos), da University College London (Reino Unido) e da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG, Brasil). 

ODS a que respondem: Todos os ODS.

EFICIÊNCIA ENERGÉTICA

Um dos grandes desafios ambientais das empresas de saneamento diz respeito ao consumo de energia. Na Sanepar, aproximadamente 91% de toda a energia consumida está direcionada às etapas de captação, tratamento e distribuição de água e, por isso, constitui o principal custo do negócio. A Companhia investe em medidas para reduzir o consumo de energia, como a diminuição das atividades operacionais em algumas estações de tratamento nos horários de pico, quando a tarifa de energia é mais cara.

Outra iniciativa em andamento é a operação do sistema piloto para geração de energia elétrica a partir do biogás na ETE Ouro Verde, em Foz do Iguaçu, que poderá ser replicado a outras unidades no futuro. A Companhia também vem negociando uma linha de financiamento externo para investir na ampliação do sistema de esgoto e no tratamento do lodo, impactando a eficiência energética e as emissões de gases de efeito estufa.

Em uma unidade de biodigestão de alta tecnologia construída na ETE Belém, na capital paranaense, será possível produzir energia elétrica a partir do lodo e de outros materiais orgânicos, uma solução ambientalmente adequada e que reduzirá os custos da Sanepar com a disposição do resíduo. A atividade será conduzida pela CS Bioenergia S.A., sociedade de propósito específico formada pela Companhia e pela Cattalini Bioenergia. A potência instalada deve alcançar 2,8 MW, com previsão de geração de 22,4 GW/h de energia elétrica anualmente, que será utilizada pela própria Empresa e cujo excedente poderá ser comercializado.

ODS a que respondem: ODS 6, 7, 9, 11 e 12.